10 anos A7MA Galeria

“Todos os caminhos – nenhum caminho
Muitos caminhos – nenhum caminho
Nenhum caminho – a maldição dos poetas.”
chegar no mesmo ponto por outro caminho não é nunca a mesma coisa. caminho se faz no contato do pé com o chão, e na cabeça na lua, e isso não faltou nos últimos 10 anos. diria mais, não faltou antes, na trajetória desses artistas que foram se reunindo em torno de criar caminhos e correr fluxos.
de quem acompanhou essa história de dentro posso dizer que vi em cada sarau do burro a possibilidade de todos os caminhos, ou de muitos caminhos, nas paredes. e também do caminho nenhum, pois a busca sem rotas pautou muitos desses anos de trabalho. diante de tantos sonhos me vem na cabeça uma única canção:
sonho com menos um poeta
em torno de um monumento
de bandeiras e sangue
tenta trincar a frieza da pedra
monumentaun
encorajada por recentes atos de vandalismo
pixaçaun
a guarda municipal vem pra mais uma
averiguaçaun
e dão de explicar, os poetas:
isto aqui é um sarau antiturismo radical
quem der de marcar na pedra com sua arte
o mesmo dano que a pixação causou aos bandeirantes
ouvirá sobretudo o alvoroço da carne
nos ossos trincados do pássaro
quando ressoa nele a palavra reta
o campeão é o risco
a ruína em monumento
Texto Daniel Minchoni

SERVIÇO Exposição “10 anos A7MA Galeria” 

Abertura: 14 de abril de 2022 às 17h 

até 15 de maio de 2022

Segunda e terça, das 11h às 18h

Quarta-feira a sábado, das 11h às 19h

Domingo, das 12h às 17h

A7MA Galeria —  Rua Medeiros de Albuquerque, 250 

Vila Madalena São Paulo

+55 11 95301-1796

Entrada gratuita

Informações para imprensa:
a7magaleria@gmail.com 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Menu
Moeda
EUREuro
pt_BRPortuguese