[vc_single_image image=”9841″ img_size=”full” img_link_large=”” img_link_new_tab=””]
Da roda de samba no boteco da esquina ao barraco de madeira que é reino para famílias inteiras, da favela que é senzala, ao Brasil que também é África, entre pincéis e sprays, telas transformam-se em recortes de vida, dando origem a histórias tão reais, quanto a trajetória de quem as pinta. Em cada espaço, o lúdico se faz presente, transportando o público para uma reflexão imersiva, acerca de questões que permeiam o debate de temas atuais como racismo, violência contra a mulher e o direito a cidade. Nesta exposição, cada obra pode ser o espelho de si mesmo, ou do outro. E qualquer semelhança não é mera coincidência com a realidade.
Durante a Mostra que marca a comemoração dos 18 anos do grupo OPNI, também serão expostas obras dos artistas B47, Lelê Paes, Mateus Silva, Toni William Crosss, Pedro Caravaca e Jhoao Henr.
[vc_separator]
[vc_separator]
[vc_separator]
Entrada anterior
Exposición OPNI CoMvida - A Rolê Por São Mateus en la A7MA
Entrada siguiente
La Galería A7MA recibe la exposición fotográfica “URBANAMENTE”, de Henrique Madeira y Diego Aliados

Sin resultados.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor, introduce una dirección de correo válida.
You need to agree with the terms to proceed

La moderación de comentarios está activada. Su comentario podría tardar cierto tiempo en aparecer.

Menú
Moneda
YO REuro
es_MXSpanish