“ENTRE CONCRETO E AÇO”

Arte, Exhibitions
[vc_single_image image=”6722″ img_size=”full” img_link_large=”” img_link_new_tab=””]

Entre concreto e aço

Cimento areia e pedra. blocos empilhados, metal fundido. Constroe- se assim uma metrópole, de paredes, portas, trincos, fechaduras e cadeados sempre trancados, separando o dentro e o fora, o meu e o seu nesta sociedade que visa primeiramente o ter, transformando pessoas em engrenagens apáticas. São Paulo se apresenta cada vez mais cinza e escura, os aglomerados prédios cresceram desenfreadamente e taparam o sol, Verticalizaram o Horizonte. Nesta multidão de anônimos, alguns insistem em existir, bombardeando, explodindo cores, gritando traços, fazendo-se presentes através da transformação na paisagem urbana. Nas paredes, se tornam notáveis, legitimando seus nomes inventados e incontávelmente repetidos, aprimorando-se em quantidade e qualidade nas texturas do tempo, são eles, os chamados escritores, ou mesmo writers, usando os muros da megalópole como um gigante bloco de anotações, destruição em massa do triste cinza nulo que assombra a cidade do caos. Kaur e Sliks são exemplos vivos de constante atuação, carimbando nas ruas seus nomes a mais de 15 anos. Mantendo assim vivo, o movimento “Graffiti”. Quando ambos entram em suas casas e ateliês, deixam a rua do lado de fora, porém, a necessidade de expressão através da pintura continua, dada pelas reflexões sobre as experiências adquiridas através das vivências nas ruas da cidade de São Paulo. Os coloridos grafismos sólidos pintados por Kaur representam as construções que rasgam horizontes e impedem olhar além, entre revolta e Amor, Explosão de cores. Gestual expressão, precisão nos traços e primorosa composição cromática, sobreposição de tags ilegíveis, resultando em tramas, texturas e abstratos universos. São as notáveis características na obra de Rafael Sliks. Cromo, prata, preto e branco, cores se manifestam.

“ENTRE CONCRETO E AÇO”.

ENIVO (Observador)

[vc_separator icon=”camera”]
[vc_separator icon=”camera”]

, , , ,
Post anterior
“Múltiplo In-Comum 01”
Próximo post
NOVO OLHAR URBANO

Menu